Gamificação em vendas: O que é e como aplicar

Gamificação em vendas: O que é e como aplicar

Se você quer aplicar algo diferente e que rende ótimos resultados para engajar e melhorar a performance das equipes, a Gamificação de vendas é uma grande oportunidade. 

Vender mais é a meta de qualquer negócio e esse é, certamente, o desafio da sua equipe de vendas. No entanto, é necessário identificar estratégias realmente diferenciadas para poder vencer o adversário e tornar as equipes cada vez mais eficientes. 

A gamificação vem sendo bastante difundida como um conjunto de técnicas perfeito para aumentar o engajamento da equipe.

Preparamos o texto na sequência para mostrar a definição, os benefícios e as aplicações da gamificação em vendas.

No material a seguir você também vai encontrar detalhes sobre como essa técnica inovadora se relaciona ao marketing e à publicidade, confira.

Afinal, o que é gamificação em vendas?

Gamificação é o nome dado à aplicação de técnicas e mecanismos de design de jogos. O objetivo dessa integração é aumentar o envolvimento do usuário no jogo. 

Dada a sua eficácia e capacidade de melhorar o engajamento e o aprendizado, a gamificação pode ser aplicada em outras áreas. Em uma técnica de marketing digital para encorajar o engajamento com concentrador de oxigênio preço, por exemplo.

Nas vendas, a gamificação melhora a intuição e a compreensão do vendedor. Ele entende que a equipe é composta por pessoas diferentes, mas que há metas e objetivos comuns a todos.

Os jogos podem influenciar muito o comportamento, orientar nossos hábitos e influenciar as nossas decisões. Esses e outros atributos estão profundamente alinhados com os objetivos de vendas e marketing. 

No entanto, a eficácia dessa ferramenta depende mais de estratégias motivacionais do que de estratégias econômicas, simplesmente. 

Claro que, para tirar o máximo proveito de um grupo de vendedores, um incentivo monetário é importante. Mas não é o único que funciona e, certamente, não é o mais eficaz em termos de relação custo-benefício para a empresa.

Conheça os principais elementos da gamificação em vendas abaixo.

O que compõe a gamificação em vendas?

Como estamos falando de áreas diferentes, a gamificação em jogos se distingue da gamificação em vendas de artefatos de cimento.

Por isso, separamos os principais componentes da gamificação em vendas em:

  • Leaderboard;
  • Feedback em tempo real;
  • Pontos;
  • Missões;
  • Recompensas.

O leaderboard é um ranking virtual que mostra os resultados de cada vendedor. O feedback em tempo real garante que a equipe esteja sempre atualizada quanto ao progresso dela.

O sistema de pontos serve para aumentar a motivação dos colaboradores e basear o desenvolvimento de rankings de reformas residenciais.

As missões são os objetivos que os funcionários devem realizar. O ideal é criar um conjunto de missões versáteis.

As recompensas vão além das bonificações em dinheiro. Elas são digitais, como é típico na esfera dos games, e miram o âmbito psicológico do usuário.

Quais são os benefícios da gamificação em vendas?

Chegou a hora de entender com mais detalhes de que maneiras a gamificação pode ajudar nas vendas de piso laminado colocado com rodapé preço, entre tantas outras áreas de negócios possíveis.

As vantagens dizem respeito ao relacionamento entre os colaboradores, a redução do estresse e muito mais, veja.

  1. Aumento da competição entre os vendedores

Os vendedores são competitivos por natureza. Permitir que eles busquem objetivos de negócios possibilita que o gerente da área reforce as ambições de sua equipe.

Muitas vezes, a recompensa não é o incentivo do vendedor em si, mas o reconhecimento do gerente e dos colegas de trabalho.

Isso pode ser melhorado ainda mais usando um sistema capaz de estimular a atenção para estatísticas, missões e campanhas de incentivo.

  1. Redução do estresse

Os gestores podem ficar muito exaustos ​​de fazer demandas à equipe. Isso não só causa estresse, como também ocupa muito tempo do dia que poderia ser concentrado em outras atividades.

Assim, por meio das estratégias de gamificação, novas fórmulas de incentivo são descobertas. 

A forma lúdica pode reduzir o desgaste natural de ser cobrado por resultados. Assim, a produtividade de todos aumenta.

  1. Reconhecimento dos melhores vendedores

Os games podem ser usados ​​para inspirar o trabalho em equipe a partir da ideia de ganhar prêmios pelos esforços realizados e resultados obtidos.

Essa conquista não só mostra ao gestor quem é o talento de maior destaque na empresa. Também mostra quais ações e atitudes operacionais merecem mais incentivo nos demais colaboradores.

É assim que a equipe de anéis de segmento passa a se aprimorar em conjunto.

  1. Realização de feedbacks

Com base no conceito de colaboração promovido pelas competições entre vendedores, haverá mais oportunidades de diálogo entre o gerente e seus subordinados.

Esse é um fator facilitador para o processo de feedback das vendas, sejam individuais ou em grupo.

Essa prática poderá acontecer normalmente, pois os colaboradores poderão conhecer os pontos fortes e fracos a partir da classificação em cada tipo de concurso promovido pela empresa.

Além disso, pode incentivar os funcionários com menor volume de conversões a vender mais portas corta fogo.

  1. Criação de um ambiente mais produtivo

Os desafios da carreira em vendas costumam ser recompensadores, ainda mais quando alcançamos nossos objetivos pessoais e profissionais.

No mundo dos negócios, há dois fatores que impulsionam essa motivação: a remuneração e as oportunidades de crescimento na carreira.

Com um ambiente de trabalho agradável, as pessoas tendem a se dedicar mais a todas as funções da área. Inclusive aos relatórios e demais trabalhos burocráticos relacionados à área comercial.

Como a gamificação e o marketing digital se relacionam?

Basicamente, uma empresa pode compartilhar suas atividades estratégicas para fazer com que as pessoas interajam com ela, especialmente nas redes sociais.

O Facebook tem cerca de 100 milhões de usuários no mundo todo. Só no Brasil, são mais de 213 milhões de perfis ativos. Logo, não é exagero dizer que cerca de metade da população está usando a plataforma.

Quem trabalha no ramo de vestuário pode criar um sistema de montagem de looks com manequins interativos, por exemplo.

Por meio de pequenos concursos e desafios, a empresa promove sua imagem no ambiente virtual pelos compartilhamentos dos usuários.

Ao mesmo tempo, o engajamento dos seguidores também aumenta. Isso atrai e retém novos seguidores e potenciais clientes.

A gamificação pode ser usada para que as empresas incentivem a realização de tarefas em troca de recompensas ou reconhecimento digital, inclusive pode ser feita nesse estilo entre os vendedores.

Acima de tudo, isso acontece de forma natural. Ou seja, as pessoas não percebem que estão sendo influenciadas por um negócio. O engajamento vem organicamente.

Como aplicar a gamificação em vendas

Para finalizar, trazemos dicas e boas práticas para que a gamificação seja bem aplicada em empresas que vendem produtoras de filmes e outros ramos.

O gestor deve atuar como um guia dentro do novo ambiente produtivo que se cria, saiba como a seguir.

  1. Prepare as equipes para competir

Quando se trata de incentivo para as equipes, recompensas em dinheiro costumam ser os primeiros motivadores. Mas a motivação está diretamente ligada à produtividade e outros objetivos..

Dessa forma, a maneira mais eficaz de melhorar o desempenho é implementar programas de incentivo de vendas.

Quando você acompanha as vendas e adiciona incentivos, você está configurando as variáveis ​​certas para impulsionar os profissionais envolvidos.

Não precisa ser, necessariamente, uma bonificação em dinheiro. Um dia de folga ou pequenos presentes também podem ser muito agradáveis.

  1. Identifique as métricas que deseja rastrear

Uma vez que a gamificação esteja em vigor, é preciso definir as métricas que vão ser rastreadas em relação aos objetivos pelos quais a gamificação foi implantada.

Considere o que impulsiona os negócios e incorpore essas métricas aos desafios que você cria para a equipe.

Dessa maneira, você pode definir os objetivos mais desejáveis e os planos para alcançá-los.

  1. Melhore os dados de vendas

Se seus representantes de vendas não estiverem totalmente engajados e se recusarem a rastrear a integridade dos dados de vendas, pode haver problemas.

Leva tempo para processar os dados de todos os leads com os quais seus representantes de vendas interagem.

É preciso motivá-los a adotar essa prática sistematicamente. Apesar de trabalhosa, ela é essencial para resguardar os dados dos clientes de compra e venda de conserto de equipamentos hospitalares.

Além disso, quanto mais claros e precisos forem os dados, mais fácil será identificar leads qualificados.

  1. Use os resultados para competir

Para tornar o processo de gamificação mais agradável, é importante ter um ranking à disposição. De forma que todos possam acompanhar os resultados individuais e os resultados dos colegas.

O desejo de ser o número um e aumentar a taxa de sucesso motiva os vendedores a trabalharem duro para serem reconhecidos e recompensados ​​de uma forma ou de outra.

Quem pensa que a competição é ruim, se engana. Quando a competição é estabelecida dentro de uma equipe saudável, ela ajuda a orientar todos os envolvidos e a construir uma comunicação interna qualificada.

A gamificação em vendas é um fenômeno muito inovador e benéfico para diversos tipos de negócios.

No decorrer do texto mostramos o porquê. Agora é a sua vez de começar a implementar essas estratégias.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.