Como reverter incertezas em resultados no planejamento empresarial

planejamento

O planejamento empresarial é essencial para todo negócio, pois é por meio dele que os próximos passos podem ser previstos. Contudo, algumas incertezas podem surgir no decorrer da execução, o que não são, necessariamente, problemas.

Essas incertezas podem ser usadas com sabedoria para virar o jogo, quando analisadas e contornadas com cautela. Para isso, é importante compreender alguns conceitos como planejamento empresarial e incertezas para poder fazer algo a respeito.

Sendo assim, no artigo de hoje, você vai compreender o que é o planejamento empresarial, como pode ser feito, o que são as incertezas e como você pode usá-las a seu favor, além de alguns benefícios dessa prática.

O que é planejamento empresarial?

Um planejamento empresarial é uma estratégia documentada para uma empresa que destaca seus objetivos e seus planos para alcançá-los. 

Ele descreve o plano de entrada no mercado de uma empresa, projeções financeiras, pesquisa de mercado, objetivo comercial e declaração de missão. 

Funcionários-chave responsáveis ​​por atingir as metas também podem ser incluídos no plano de uma empresa junto com um cronograma.

O objetivo de um plano empresarial é triplo: Resume a estratégia da organização para executá-la em longo prazo, garante financiamento de investidores e ajuda a prever as demandas futuras de negócios.

Em outras palavras, o planejamento é responsável por:

  • Prever cenários;
  • Definir metas e objetivos organizacionais;
  • Traçar estratégias;
  • Pensar em métodos para conquistar as metas;
  • Determinar como será a jornada de crescimento da empresa.

De modo detalhado, todas essas etapas devem constar no plano de sua empresa para guiar os próximos passos e o rumo do negócio.

Tipos de planejamento empresarial

Dentro do planejamento empresarial existem 4 tipos: estratégico, financeiro, tático e operacional, a fim de descrever em mais detalhes as operações.

Planejamento estratégico

O primeiro tipo de planejamento diz respeito aos objetivos e metas que guiarão uma empresa, os quais devem ser atualizados com periodicidade para manter o negócio no caminho certo.

Nesse sentido, também são traçadas estratégias para buscar atingir esses anseios e o estabelecimento das oportunidades principais dentro do contexto.

Por exemplo, sua empresa de despacho aduaneiro fracionado apenas se destacará se possuir um planejamento bem delineado, para se sobrepor aos concorrentes regionais.

À medida que sua empresa se torna maior e mais complexa, a formulação da estratégia precisará se tornar mais sofisticada, tanto para sustentar o crescimento quanto para ajudá-lo a reunir a liderança e os recursos necessários para manter o desenvolvimento de sua empresa.

Para fazer isso, você também precisará começar a coletar e analisar uma gama mais ampla de informações sobre sua empresa – tanto sobre como ela opera internamente quanto sobre como as condições estão se desenvolvendo em seus mercados atuais e potenciais.

Planejamento do tipo financeiro

Todos os recursos da empresa são organizados por meio do planejamento financeiro. Não apenas o orçamento atual, mas o futuro também, o que permite manter uma saúde financeira a longo prazo.

Desta forma, os outros planejamentos são possibilitados por meio das informações a respeito do balanço patrimonial, fluxo de caixa e projeção de receitas. Você também pode contratar empresas de consultoria tributária para ajudar nessa tarefa.

Planejamento tático

O planejamento tático é a etapa realizada depois que uma empresa ou equipe cria um planejamento estratégico para dividir esse plano em objetivos e metas menores. 

Um plano tático é usado para definir objetivos e determinar como eles serão alcançados por meio de ações e etapas. A maioria dos planos táticos delineia etapas ou ações específicas que serão realizadas para atender às metas do plano estratégico mais amplo. 

Essas ações ou etapas são frequentemente delegadas aos membros da equipe ou funcionários apropriados para garantir que sejam atendidas em tempo hábil.

Dessa forma, sua empresa de sistema para controle de delivery, por exemplo, consegue ter maior controle sobre os passos que está dando.

Na maioria dos casos, o planejamento tático é implementado quando uma empresa ou equipe precisa responder a um problema ou situação imediata. 

Planejamento operacional

Um plano de operação é um plano extremamente detalhado que define claramente como uma equipe ou departamento contribui para atingir os objetivos da empresa. Ele descreve as tarefas diárias necessárias para o funcionamento de uma empresa. 

Quando devidamente elaborado, um plano operacional garante que cada gestor e cada funcionário conheçam suas obrigações específicas, bem como a forma como devem executá-las dentro de um cronograma definido. 

Mapear as tarefas do dia a dia que garantem um caminho claro para seus objetivos de negócios e operacionais é essencial para o sucesso.

O que são incertezas, riscos e ameaças?

Os riscos, incertezas e ameaças não são sinônimos e possuem significados muito distintos entre si. Confira!

Incertezas

A incerteza pode ser relacionada diretamente com a falta de conhecimento ou previsão sobre algum parâmetro ou fator, tornando os resultados de determinada ação imprevisíveis ou incertos na sua empresa de serviços contábeis, por exemplo.

Desta forma, a incerteza dificulta a proposição dos próximos passos dentro de um planejamento, mas pode ser incluída, como veremos adiante.

Riscos

Os riscos são parâmetros conhecidos e que podem ser previstos, pois é algo sobre o qual já se sabe de experiências anteriores ou mesmo pelos dados de mercado. O risco pode ser negativo ou positivo, e está totalmente previsto no planejamento inicial.

Ameaças

As ameaças, por sua vez, são fatores que podem influenciar os riscos, positiva ou negativamente. Ou seja, são condições capazes de interferir na consolidação de algum tipo de risco.

Por exemplo, sua empresa de portaria tem o risco de crescer ou reduzir 30% do faturamento no próximo trimestre.

Contudo, se uma concorrente surgir na região neste período, torna-se uma ameaça que tenderá à redução do faturamento se oferecer um serviço melhor que o seu, ou aumento se o serviço for pior.

Afinal, como posso incorporar as incertezas dentro do planejamento?

Essa é uma pergunta que muitos empresários fazem, pois como saber o que fazer com algo incerto, do qual nem se tem muito conhecimento? Calma, vamos te explicar aqui como fazer isso.

A primeira dica para lidar com as incertezas é por meio da gestão de risco pela equipe de projetos ou administração. Gerenciamento de risco é o processo de identificação, avaliação e controle de ameaças ao capital e aos lucros de uma organização. 

Esses riscos vêm de uma variedade de fontes, incluindo incertezas financeiras, responsabilidades legais, questões de tecnologia, erros de gestão estratégica, acidentes e desastres naturais.

Um programa de gerenciamento de risco bem-sucedido ajuda uma organização a considerar toda a gama de riscos que enfrenta. Se houver insegurança da equipe, você pode contratar consultoria para planejamento estratégico e ajudar a superar esse desafio.

O gerenciamento de riscos também examina a relação entre os riscos e o impacto em cascata que eles podem ter sobre os objetivos estratégicos de uma organização.

Dessa forma, sua equipe deve analisar as informações concretas a respeito da empresa e propor possíveis desfechos, colocando alguns aspectos incertos dentro do planejamento.

Benefícios do gerenciamento de risco e incorporação das incertezas no planejamento

Por fim, você deve conhecer os benefícios que as incertezas e o gerenciamento de risco podem trazer para sua empresa. Sendo assim, podemos elencar os seguintes pontos como os principais:

Previsões de problemas prováveis

Um dos benefícios do gerenciamento de riscos é que ele muda a cultura de uma organização empresarial. As empresas que tendem a se concentrar mais na gestão de riscos tendem a ser mais pró-ativas do que outras empresas que podem ser reativas. 

O gerenciamento de riscos força as empresas a examinar cuidadosamente cada um de seus processos de negócios e decidir o que pode dar errado. Essa análise hipotética detalhada ajuda as empresas a se tornarem mais proativas e a prever problemas prováveis.

Permite o crescimento

A gestão de risco soa como uma atividade empresarial defensiva. Possui conotação negativa e pressupõe-se que a atividade seja realizada de forma a evitar perdas. 

No entanto, durante a gestão de riscos, as empresas são obrigadas a estudar detalhadamente seus processos e fatores de risco. A gerência está ciente de todas as coisas possíveis que podem dar errado.

Ajuda a permanecer competitivo

Essa inserção das incertezas no planejamento ajuda as empresas a minimizarem suas perdas em momentos críticos. Estes são os tempos em que empresas mal administradas lutam para se manterem à tona. 

Por outro lado, as empresas que possuem processos de gestão de risco em vigor tendem a minimizar suas perdas. Assim, a competitividade dessas empresas permanece constante. Na verdade, pode melhorar também.

Melhoria dos processos de negócios

Os processos diários de gerenciamento de riscos forçam as empresas a coletarem cada vez mais informações sobre seus processos e operações. Assim, sua empresa de gestão condominial consegue ter mais segurança ao lidar com incertezas, por exemplo.

Como resultado, as empresas são capazes de identificar as partes do processo que são ineficientes ou onde há espaço para melhorias. O resultado final é que, durante o processo, muitas oportunidades são identificadas e os processos são aprimorados. 

Permite um melhor orçamento

As empresas que têm processos de gerenciamento de risco em vigor têm melhor controle de suas finanças, em oposição a outras empresas. Isso ocorre porque muitas vezes eles olham atentamente para seus números financeiros e tentam cortar qualquer desperdício. 

O resultado final é que essas empresas têm um melhor conhecimento de seus processos. Com isso, essas empresas também conhecem melhor seus orçamentos e podem solicitar um tipo de credito empresarial sem medo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.