Entenda a importância do merchandising para o seu negócio

Entenda a importância do merchandising para o seu negócio

Para quem trabalha com vendas, é essencial saber o que é o merchandising e sua importância para o desenvolvimento dos negócios e realização de vendas.

Basicamente, essa prática consiste em uma solução estratégica, um recurso importante para passar informações acerca dos produtos/serviços aos consumidores, demonstrando suas características e vantagens.

Como resultado, o merchandising é importante para a empresa aumentar as suas vendas e relacionar-se melhor com seus clientes, proporcionando um encanto e fidelização. 

Diante da importância dessa prática, neste artigo você vai saber tudo sobre o merchandising e como aplicá-lo em seu negócio!

Mais informações sobre o merchandising

Quando vamos a qualquer loja buscar um produto, como um revestimento 3d para sala, observamos as prateleiras para identificar o produto exposto.

Assim, para quem trabalha com vendas é fundamental pensar na forma como será a exposição de um determinado produto, pois ele carrega a imagem empresarial e sua localização e informações dispostas que determinarão a aquisição (ou não) de um produto. 

Neste aspecto, estamos falando sobre uma prática do merchandising. 

Quando o cliente visualiza um produto, ele tem uma percepção sobre a empresa a partir do que é projetado a ele, ou seja, a forma como esse produto é exposto influencia na decisão do cliente.

É por isso que o merchandising trabalha com estratégias que visam melhorar a exposição de um determinado produto, principalmente para quem atua na área varejista ou em pontos de venda, criando elementos como:

  • Identidade visual para o produto e a loja;
  • Personalização do visual do produto;
  • Layout que seja adequado à marca;
  • Organização do espaço e forma como os produtos são expostos.  

Além disso, uso de materiais como stoppers e até banners que informam sobre o produto, quando devidamente pensados e expostos, também impactam na decisão de compra e fixação do produto na memória do consumidor, sendo aspectos fundamentais para o sucesso da propaganda – ou seja, compõem o merchandising.

Benefícios e especificidades do merchandising

A partir do conhecimento sobre o que é o merchandising, vale a pena identificar também os benefícios de contar com esse tipo de estratégia em sua loja. 

Para isso, imagine que você está buscando um vending machines e vai conhecer alguns espaços. 

Qual iria te agradar mais: um espaço climatizado, organizado, bem pintado, com repartições, com acessibilidade ou que esses aspectos possam ser visualizados; ou um local sujo, desorganizado, sem climatização e com problemas estruturais? É bem provável que você opte pelo local mais organizado.

Da mesma forma funciona quando falamos sobre a importância do merchandising e organização dos espaços de venda e escritórios para o sucesso das empresas. 

Afinal, essa é uma forma muito interessante de atrair os clientes, conquistá-los para conhecer o seu negócio, dar maior visibilidade à marca e, até mesmo, contribuir para o processo de fidelização do consumidor. 

Uma das formas de atração é exatamente como o seu produto é exposto e as divulgações feitas acerca deles, o quanto ele é atrativo e como está o visual do local. Isso exerce influência sobre o cliente e, por isso, não pode ficar de fora das estratégias para um negócio de sucesso!

Como utilizar essa técnica: confira exemplos de merchandising

Já que essa prática é importante para o negócio varejista, a dúvida que surge é: como é possível aplicar essa prática? 

Para isso, é importante que o empreendedor consiga se organizar, respondendo primeiro algumas perguntas. As principais questões que precisam ser respondidas para organizar as campanhas e produtos são:

  • Qual é o conceito da marca;
  • Quais os valores e a missão da empresa;
  • Que imagem a empresa deseja transmitir ao cliente;
  • Quem é o público-alvo;
  • Qual é o comportamento desse público diante da compra;
  • Quais elementos faltam para que a exposição seja um sucesso. 

Vamos explicar o que significa cada uma dessas perguntas nos tópicos a seguir.

  1. Organização da marca e definição de conceitos

Sua empresa pode atuar na loja de roupas ou trabalhar com serviços urgentes, como é o caso de um Leitor rfid. 

Nesses exemplos, perceba que os produtos são diferentes, a identidade visual da marca também deve ser distinta e que o público que vai em busca desse produto se difere. 

Por isso, a empresa precisa definir seu conceito para evidenciar a marca e atingir as pessoas que tem interesse nesses serviços.

Para definir essa identidade com mais clareza e se aproximar da audiência é fundamental verificar quais são seus valores, missão, cores que podem compor a identidade visual e seus objetivos na comercialização de um determinado produto.

Mais ainda, é preciso compreender como a venda deste produto vai agregar em uma experiência positiva ao seu cliente, visto que esse fator pode ser evidenciado em campanhas diversas.

Todo esse processo de exposição tem o objetivo final de promover a venda, bem como busca compreender como está sendo a experiência do usuário no contato com sua marca e empresa.

  1. Especificação do público-alvo

Diante desse fator, conhecer o seu público-alvo é essencial para identificar qual é a melhor forma de expor um produto. 

Sua empresa pode trabalhar com a venda física de roupas infantis, sapatos mais confortáveis para pessoas idosas ou com problemas ortopédicos, bem como com a comercialização de um serviço – como é o caso da venda de camara fria para açougue

Os públicos são diferentes e a forma como a empresa cria uma propaganda ou organiza essa venda pode fazer toda a diferença no processo de atração do cliente. 

Desse modo, o processo de conhecimento do cliente, deve levar em conta características como idade, sexo, preferências e gostos, área de atuação, cidade onde mora, profissão, rendimento, seu comportamento diante de novos produtos, dentre outros aspectos. 

  1. Implementação de novos elementos e campanhas

A partir dessa identificação, a empresa consegue verificar quais são os elementos internos que faltam.

Por exemplo, falta uma vitrine mais atrativa? É necessário utilizar algum recurso de comunicação visual? É necessário aumentar o número de prateleiras? Essas são perguntas importantes para aprimorar tanto o aspecto físico, como também devem considerar as ações online.

Em todo caso, podem ser respondidas ao longo do processo de organização e conhecimento da empresa, melhorando ainda mais as campanhas e divulgações de produtos e serviços.

A partir dessas dicas, vale a pena conhecer também alguns modelos empresariais que podem receber técnicas do merchandising, além de conferir outras dicas sobre a aplicação. Veja mais a seguir.

Em quais modelos empresariais a técnica pode ser utilizada?

Para contar com as técnicas que envolvem o merchandising, é importante que a empresa atue na venda de algum produto ou serviço.

Esse tipo de estratégia, apesar de ser mais comum no setor varejista, pode ser aplicado em outros espaços com a venda de serviços, como a contratação de um estudo de impacto ambiental.

Basicamente, o que muda é a forma como esse “produto” ou “serviço” será exposto ao cliente. 

No caso da venda de um produto, a empresa precisa pensar na organização da vitrine e se atentar a outros elementos como uma boa iluminação do local, pois isso também contribui para chamar a atenção do cliente.

A distribuição dos produtos nas prateleiras e na própria vitrine, além de como está a decoração da loja e outros aspectos que envolvem a identidade visual da sua marca são outros aspectos fundamentais para atrair o cliente e evidenciar um produto.  

Do mesmo modo, a distribuição de elementos visuais em uma publicidade, ponto de venda, ambiente dedicado ou mesmo campanhas/conteúdos online também devem ser considerados com o mesmo cuidado, visto que podem fortalecer a marca e toda a imagem criada para ela.

No caso de vender serviços ao cliente, ou seja, uma atividade e valor que não é palpável, mesmo que seja de grande valor, é essencial que a empresa também conte com:

  • Recepção agradável;
  • Local climatizado e moderno;
  • Boa decoração;
  • Espaços acessíveis para pessoas com deficiência;
  • Layout que respeita a identidade visual da marca. 

Todos esses elementos são focados em garantir uma boa experiência para o usuário, ou seja, o cliente se sente mais confortável em um espaço moderno, bem receptivo, que sirva um café, que conte com uma boa climatização e que seja acessível, mas desde que tais aspectos sejam trabalhados dentro da identidade e valores que a marca apresenta.

Isso sem falar da qualidade no atendimento e no respeito dos funcionários (que são elementos básicos para atrair vendas).

Contudo, cabe uma dica: não exagere nas chamadas visuais, para que não se torne uma poluição visual ou interfira na compreensão/interação do cliente com a marca. 

Por isso é fundamental aliar essas estratégias ao marketing e à publicidade para alcançar os melhores resultados. 

Deste modo, independentemente do segmento de atuação, a qualidade do merchandising pode ser estudada e aplicada pelas mais diferentes empresas, considerando as necessidades e especificidades.

O merchandising integrado ao marketing e à publicidade

Como falamos, as técnicas que envolvem o merchandising pensam na experiência do usuário e buscam estabelecer estratégias de atração ao cliente, diante da exposição dos produtos e propagandas.

Por esse motivo, se torna impossível falarmos do merchandising, sem integrarmos esse elemento às técnicas do marketing e da publicidade. 

Tais segmentos trabalham com a divulgação de produtos e serviços tanto no meio físico, ofertando um despachante curitiba, por exemplo, como no meio digital, considerando os materiais de propaganda como custos e estratégias que podem ser adotadas.

Assim, algumas das técnicas que envolvem o marketing e a publicidade é a criação de campanhas que visem a promoção de um produto.

Essas campanhas podem estar estampadas na loja, nas prateleiras, gôndolas e contam com palavras e cores que chamam a atenção do seu cliente. 

No caso do ambiente virtual, essas estratégias também se aplicam com chamadas, banners, conteúdos e o uso de palavras-chaves que fazem parte das buscas do seu cliente. 

Isso porque, neste ambiente, não só estratégias de marketing tradicional podem ser aplicadas, bem como o cliente pode encontrar a marca por meio de ações de posicionamento.

Pense que seu cliente pode pesquisar, por exemplo “Vasectomia preço” e sua clínica trabalha com isso e utiliza estratégias para posicionamento. Assim, o usuário pode chegar à loja e adquirir um produto.

Contudo, a loja pode identificar um produto em sua loja que seja mais acessível financeiramente e mais interessante para o perfil de usuário, ou mesmo para compor um kit de produtos.

Nesse caso, é possível criar uma campanha no ambiente digital, mostrando essa possibilidade de compra ao cliente, ou evidenciando outras facilidades.

Considerações finais

No decorrer do material foi possível perceber a importância de contar com essa integração de mídias e ações de propaganda para criar campanhas que sejam mais assertivas e que obtenham melhores resultados frente ao mercado.

Por meio de campanhas digitais, por exemplo, também é possível mensurar os resultados e identificar os pontos da campanha que carecem de melhorias. 

Ou seja, se o seu negócio trabalha com serviços de escritorio virtual, ou se atua na parte mais intensa do varejo, não se esqueça das nossas dicas e aumente o número de vendas!
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.