Conheça 5 habilidades que todo líder precisa ter

Conheça 5 habilidades que todo líder precisa ter

Tenho observado que não é raro pessoas que trabalham em cargos de supervisão não conseguirem identificar a existência de diferenças entre um gestor e um líder. É claro que estes dois perfis de profissionais compartilham uma série de habilidades cotidianas em comum, mas não se pode perder de vista que exercer liderança é algo bem distinto de ocupar um cargo de chefia em uma organização.

As relações de trabalho passaram por muitas mudanças nos últimos anos e cada vez mais tem sido necessário ter mais do que autoridade para motivar uma equipe e assegurar bons resultados. É preciso inspirar os colaboradores por meio de atitudes e bons exemplos, sendo respeitado pelos seus subordinados não somente pela posição que se ocupa, mas, sobretudo pelo profissional que se é.

Neste artigo, vou elencar cinco habilidades que todo líder precisa ter. Então, se você quer saber mais sobre esse assunto, leia o post até o fim.

Afinal, o que é ser líder?

Um líder é aquela pessoa que consegue fazer com que os colaboradores queiram realizar o que é necessário para o bem da organização por vontade própria, sem a necessidade de receber ordens. Isso acontece principalmente por meio de bons exemplos.

A liderança não tem como fundamento a autoridade ou o medo, mas sim a confiança e o respeito que são conquistados através de uma boa relação com toda a equipe. Uma vez que o líder envolve as pessoas através da influência que tem sobre elas, não há necessidade de se impor pelo poder.

Quem exerce liderança deve ter a capacidade de conciliar diferentes pontos de vista, ainda que sejam contrários aos seus, trazendo o consenso com a finalidade de atingir os objetivos da empresa.

O líder também consegue identificar falhas nos processos de trabalho e dificuldades enfrentadas pela equipe, indicando boas soluções. A partir disso, ele fornece feedbacks, estimulando o aprimoramento das pessoas e evitando que os erros se repitam.

Ademais, a liderança não é exercida de forma a demonstrar superioridade, ao contrário, o bom líder não se põe acima de seus liderados, mas caminha lado a lado com eles, dividindo com toda a equipe o reconhecimento pelos bons resultados conquistados.

As 5 habilidades necessárias para um bom líder

Refletindo sobre o que eu disse acima, podemos concluir que nos dias de hoje as empresas não precisam de gestores que sejam vistos como chefes detentores de poder, que apenas transmitem ordens, culpam as pessoas pelos erros e tomam para si o prestígio pelos bons resultados.

Na verdade, as organizações precisam da figura de líderes que utilizem suas habilidades para envolver seu time com o intuito de atingir uma determinada meta e assim chegarem aonde desejam.

Confira a lista com as principais habilidades necessárias para o exercício da boa liderança:

1. Tenha boa comunicação

A comunicação é a forma pela qual o líder transmite o que pensa, o que sente e o que deseja que seja feito para os demais membros da equipe. Por isso ela precisa ser impecável a fim de evitar qualquer mal-entendido ou dores de cabeça futuras.

Uma comunicação eficiente garante que a mensagem transmitida chegue a todos de maneira eficiente, permitindo sua circulação de forma clara e propiciando proveitosas trocas de opiniões e de perspectivas.

Dessa maneira, saber se expressar é uma habilidade essencial para o bom líder, o que significa que ele deve ter a competência de transmitir as informações de maneira clara e precisa, sem margem para gerar interpretações erradas do que diz.

É importante dizer também que a comunicação é uma via de mão dupla, de forma que não basta falar bem. Ouvir atentamente as pessoas com quem se trabalha para assim entender melhor o que precisa ser melhorado também faz parte disso.

2. Seja humano e motive pelo exemplo

Para uma liderança de sucesso, é importante que as pessoas vejam você como um exemplo a ser seguido, como uma pessoa que transmite respeito e confiança, além de demonstrar conhecimentos sólidos na sua área de atuação.

Por isso, mesmo que você trabalhe com uma equipe formada por profissionais de diversos segmentos, estude para compreender um pouco sobre a área de cada um deles. Isso faz com que a conversa com estes especialistas seja mais produtiva, ao mesmo tempo em que lhe dá uma visão abrangente de todo o processo.

Chegue no horário, cumpra os prazos e respeite a política da empresa. Nenhum colaborador vai te respeitar quando for reclamar de um atraso se você mesmo se atrasa todos os dias. Ele pode até não lhe dizer isso, afinal, você está em uma posição de chefia, mas respeito é outra coisa.

Apesar de tudo isso, seja humano. Busque compreender que pessoas têm problemas. Então vale analisar um funcionário não por um momento ou por uma fase, mas por seu histórico desde que ele trabalha com você. Todo mundo tem altos e baixos e, se você conseguir extrair de alguém que está em uma fase difícil o melhor resultado, esta pessoa lhe será eternamente grata!

3. Possuir planejamento estratégico

Para coordenar processos de trabalho e pessoas, é preciso organização. Sem isso, ainda que exista boa vontade e disposição, tudo pode dar errado. Planejar é o que dá o devido suporte para o alcance de resultados.

O planejamento estratégico deve englobar os objetivos a serem alcançados, o cronograma de trabalho, os custos, os riscos, a forma de mobilização da equipe e o monitoramento da execução das atividades.

Tudo isso faz com que você não perca tempo em ações desnecessárias, desperdiçando assim recursos e energia. E, se algo não sair como o planejado, você tem margem para intervir sem que isso prejudique o resultado final.

4. Saber gerenciar conflitos

Quando se trata do convívio entre seres humanos, situações de conflito tornam-se quase inevitáveis e isso pode ser considerado normal, pois olhamos os fatos de ângulos diferentes, divergindo assim de ponto de vista.

No entanto, nessas ocasiões, o líder deve atuar de forma a resolver a divergência, apresentando a melhor solução para a empresa, de forma que ambas as partes se sintam motivadas a se esforçar pelo bem comum.

Existem uma série de estratégias que você pode usar para gerenciar conflitos, entre elas dar uma pausa para que as partes se acalmem, tratar os envolvidos com equidade e identificar a raiz do problema. Mais adiante vou dedicar um post exclusivamente a este assunto e poderemos explorá-lo mais.

5. Ter proatividade

Quem ocupa uma posição de liderança deve sempre se antecipar às situações que surgem, o que assegura que não existam gargalos que dificultem ou atrasem o andamento do trabalho. Isso não é ser paranoico ou sofrer por antecipação e sim ter uma visão mais ampla do cenário, o que possibilita antever alguns cenários e se preparar para eles, definindo, por exemplo, prioridades.

Alguém proativo mostra à equipe que uma mesma tarefa não deve ser desempenhada sempre da mesma maneira, o que obrigatoriamente fará com que o resultado alcançado também não seja o mesmo. Um profissional assim está sempre encontrando formas de orientar o time a entregar o melhor, fazendo com que ele renda cada vez mais.

Este comportamento é importante não apenas porque ajuda a gerir recursos com mais consciência, mas também porque possibilita extrair do funcionário o que ele tem de mais excelente, ajudando-o a ser um profissional mais completo e seguro de suas habilidades.

Tenho anos de experiência e ainda aprendo muito cotidianamente não apenas com o mercado, já que a tecnologia está em constante evolução, mas também com os profissionais que me cercam. Então, se eu puder te dar um conselho, sem dúvida seria que, além de reunir estas 5 habilidades que listei, você se mantenha humilde, pois só assim se seguirá aprendendo cada vez mais.

Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *