5 erros na gestão de equipes e como evitá-los

5 erros na gestão de equipes e como evitá-los

As pessoas são a força motriz de qualquer empresa, ou seja, para o sucesso é imprescindível o bom relacionamento entre elas. Desse modo, isso está diretamente ligado à uma gestão de qualidade e eficiente.

Entretanto, algumas pessoas parecem não se lembrar disso e deixam de lado essa questão fundamental. Porém, o trabalho em equipe continua sendo a alma do negócio, então, podemos dizer que sem ele tudo é mais difícil.

Por isso, os departamentos de recursos humanos estão procurando melhorar essa relação entre os colaboradores com diversas ferramentas, cursos, orientações e estratégias que estão sendo disponibilizadas.

Inclusive, alguns profissionais estão tentando apostar até em automação corporativa para mudar a relação de trabalho entre as pessoas, bem como facilitar as diversas frentes que existem em uma empresa.

Porém, o ambiente corporativo tende a ser muito hostil, sabemos disso, mas mudar as formas como lidamos com os outros e trabalhamos em equipe pode influenciar diretamente no sucesso dos resultados da empresa.

Pois bem, neste artigo falaremos sobre os cinco erros mais comuns que acontecem na hora da gestão de equipes e como podem ser evitados para um maior êxito.

Por que a gestão de equipe eficiente afeta o serviço?

Tanto o sucesso quanto o fracasso de uma instituição está diretamente ligada à gestão das equipes. Afinal, um funcionário indisposto, infeliz e desmotivado não trabalhará com qualidade.

Dessa forma, se uma equipe inteira se sentir assim, então, pode ter certeza que as dificuldades do seu negócio aumentarão bastante – enquanto a produtividade estará no sentido inverso.

E quando esse tipo de problema está acontecendo, não são os brindes corporativos personalizados que melhorarão essa relação, mas sim uma posição efetiva da liderança e dos gestores.

Inclusive, podemos dizer que algumas situações estão diretamente ligadas à má gestão e influenciam diretamente no funcionamento da equipe, são eles:

Permanência dos talentos

Colaboradores bons podem sair da sua empresa a qualquer momento, essa é a verdade. Entretanto, muitos fatores podem contribuir para isso, sejam as incertezas que pairam no ar, as mudanças no mercado externo e até propostas melhores.

Assim, muitos profissionais podem ter dificuldades em permanecer em uma empresa não pelo valor do seu salário, mas por conta de adversidades com a liderança, o ambiente em que está inserido, o reconhecimento de seu trabalho, treinamentos que recebe, etc.

Exemplo disso é perder o único funcionário que sabe mexer com transmsissor de temperatura, por exemplo, e ficar sem algum profissional para substituí-lo nessa função que pode ser bem complexa. 

Além disso, muitas instituições perderam profissionais excelentes por mau gerenciamento. Pois bem, atente-se a isso para não perder talentos que fazem a diferença dentro da sua organização como um todo.

Faltas

As faltas são comuns em qualquer ambiente de trabalho, mesmo com os descontos ou advertências. Porém, é importante entender porque o absenteísmo em sua empresa está crescendo tanto, fique por dentro do controle de acessos para empresa e outros detalhes.

Esse é um sintoma de que o funcionário demonstra quando não está mais satisfeito com o dia a dia dentro do escritório. Inclusive, alguns motivos que foram listados acima, também valem para as faltas.

Uma liderança atenta deve se preocupar e lidar com essa ausência de uma maneira atenciosa, relevante e respeitosa. A maioria das empresas apenas optam por castigos e advertências sem se importar em saber o que o colaborador está sentindo.

TurnOver

Essa palavra em inglês quer dizer alta rotatividade dos colaboradores dentro de uma única corporação. Um departamento de RH eficiente precisa prestar atenção nessa taxa e buscar saber o que está acontecendo.

Então, se um setor tem uma taxa de turnover alta, precisa ser investigado da melhor forma possível. Assim como na questão da retenção de talentos, muitos motivos influenciam. Ou seja, tudo deve ser analisado.

Ademais, se todos os colaboradores que são encaminhados para o setor de sondagem mista pedem para sair, algum problema com o setor está havendo, por isso é bom verificar e tentar resolver.

Os 5 erros na gestão de equipes mais comuns

Agora, selecionamos 5 erros mais comuns, bem como formas de evitá-los, principalmente para melhorar o desenvolvimento do relacionamento pessoal das equipes, independentemente de qual seja o ramo da empresa. Vamos aos erros:

1. Falta de comunicação

A ausência da comunicação entre uma organização e seus funcionários é um dos maiores problemas de gestão de equipes que acomete empresas e colaboradores.

Se falta comunicação, falta compreensão, falta atenção, falta resolução de problemas. Inclusive, muitas vezes a liderança limita a comunicação, e isso é um grande erro. É fundamental que haja troca de ideias, experiências, sentimentos, expectativas e valores.

Investir na interação comunicativa é o segredo para melhorar a relação entre os funcionários. Muitas vezes uma poltrona para auditorio pode ser o pivô de um desentendimento por falta de comunicação, ou seja, algo simples de ser resolvido.

Algumas dicas para evitar esse problema são:

  • Tenha uma comunicação objetiva e clara com os colaboradores;
  • Certifique-se de que a mensagem foi entendida por todos;
  • Tenha processos eficientes para evitar falhas na comunicação;
  • Crie uma rede de comunicação eficiente.

Lembre-se, que tudo dependerá de qual é a sua empresa e de como ela funciona. Desse modo, outras dicas também podem entrar na lista.

2. Falta de feedbacks

Os feedbacks são essenciais para o bom funcionamento das engrenagens de trabalho. Isso porque só é possível corrigir um erro se as partes envolvidas estiverem cientes dele.

Um colaborador que está executando de maneira errônea a atividade, precisa ser avisado, principalmente para que tenha a chance de melhorar. Apontar o dedo não é a solução, nesses casos o que vale a pena é o diálogo.

Estar alinhado com a equipe é a melhor atitude que o gestor pode ter. Um exemplo disto é: se o colaborador está responsável pelo sistema de áudio e vídeo e toda hora tem algum defeito, é necessário que um feedback seja feito.

Para ajudar a melhorar este ponto, as dicas são:

  • Deixe claro as expectativas da empresa em relação ao funcionário;
  • Fale a ele quais os pontos que precisam melhorar dentro das atividades;
  • Deixe sempre claro como está o desempenho dele e da equipe;
  • Informe se as metas foram atingidas;
  • Deixe seu colaborador saber que a liderança se importa com ele.

É muito importante ter um diálogo completo com o seu colaborador, principalmente para que ele siga motivado e empenhado.

3. Liderança centralizada

Quando o líder possui uma atitude de liderança focada apenas em ordens e punições, os funcionários não terão satisfação em trabalhar sob essa gestão. Muitas vezes, buscar alternativas e conversas não são opções, pois têm medo de retaliações. 

Isso influencia muito no funcionamento da equipe e, consequentemente, nos resultados da empresa. Para os colaboradores, a desmotivação é o maior sintoma de insatisfação.

Pode ser que o funcionário tenha dúvidas no processo de analise qualidade de energia, e ao mesmo tempo tenha medo de perguntar. As dicas para evitar essas situações são:

  • Diga a equipe como funcionam os processos;
  • Saiba identificar as qualidades de cada colaborador;
  • Delegue tarefas e conceda autonomia;
  • Proporcione o crescimento pessoal de cada um do time.

Assim como na dica anterior, tenha uma comunicação efetiva e bem executada sempre.

4. Dificuldade de centralizar informações

Informações dispersas são o motivo de muitos erros entre as equipes. Não ter acesso à informação total, saber algo que não é verdade, lidar com um cliente ou contrato cujo detalhes o funcionário não está ciente – todos esses erros comprometem a saúde da empresa.

Esse quesito entra na questão da falta de comunicação também, por isso aliar os dois é fundamental para uma gestão de qualidade.

Como evitar esses problemas:

  • Utilize ferramentas que unifiquem todas as informações;
  • Libere essas informações para todos que precisarem acessar.

Além disso, tente unificar todo o resto que foi tratado neste conteúdo.

5. Erro na hora de documentação de dados

Cuidar de documentações que são importantes para a empresa é essencial para o bom funcionamento de uma equipe. Infelizmente, perder documentos como registros de vendas, projetos e até mesmo contratos afeta diretamente os resultados obtidos pela equipe.

Normalmente, nesses casos, o estresse toma conta e as chances de desentendimentos aumentam. A dica para evitar esse problema é adotar sistemas inteligentes para armazenamento de documentos, como nuvens, softwares, entre outros. 

Quais as vantagens de uma gestão de qualidade?

Uma gestão que olha para o funcionário como a pessoa que ele é vai obter o melhor dele. Muitas vezes os líderes acreditam que seus papéis se limitam a delegar tarefas. E este é o maior erro que essas pessoas podem cometer. 

Liderar é saber olhar para cada pessoa como única, entendendo suas necessidades, seus medos, anseios, alegrias e história. Pessoas motivadas trabalham melhor, colocam empenho e felicidade em seus serviços. São capazes de mostrar resultados que não estavam sendo esperados.

Pode parecer utópico, mas muitos colaboradores têm prazer em servir seus líderes, pois confiam neles. Se você mostrar aos seus subordinados que está ao lado deles e não da grande organização, ganha a confiança da melhor forma possível.

Os cinco passos que selecionamos são essenciais para uma liderança responsável e uma gestão eficiente – entretanto, entender o ser humano e se interessar por suas dores é o que realmente faz a diferença.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *