PowerBI: Aprenda como intercalar tabelas no modelo bidimensional

PowerBI: Aprenda como intercalar tabelas no modelo bidimensional

O PowerBI é uma das ferramentas mais potentes dentro de uma companhia, em questão de visualização, precisa de dados variados e unificados com outros, a partir de um objetivo próprio de análise, como gestão financeira, verificação de produtividade, dentre outras.

O Business Intelligence (B.I), de modo geral, é visto como uma forma de tomada de decisões baseadas exclusivamente pela compreensão de dados e informações na empresa.

Ou seja, o Power B.I nos oferece uma verificação completa, dentre de um sistema quase que personalizável, onde a empresa de, por exemplo, serviços de contabilidade consegue determinar exatamente o que quer entender dentro de um contexto específico de união.

É o caso, por exemplo, do entendimento de investimentos de marketing a partir da compreensão das vendas de um negócio, visualizados dentro de um painel unificador.

Saber como construir tabelas, em especial as bidimensionais dentro do Power B.I é mais do que uma maneira potente de entendimento de dados, mas também uma forma de trazer benefícios diversos para uma empresa, como redução de custos e criação de setores.

No artigo abaixo vamos entender um pouco mais sobre essa ferramenta, indicando os melhores caminhos de utilização para que seu negócio tenha os melhores resultados.

O que é o PowerBI?

O PowerBI pode ser compreendido como uma forma de unificação de dados de uma empresa, dentro de uma possibilidade de visualização que agrega maior entendimento e controle dessas informações pelos profissionais responsáveis pelas decisões.

Em uma forma mais concreta e fácil de entender, podemos ver que o PowerBI junta dentro de um sistema diferentes levantamentos de uma empresa para observação.

Dentro de uma empresa de administradora predial, por exemplo, administradores podem utilizar o powerBI para entender os custos diários e mensais de um serviço disponibilizado ao cliente, e verificar como isso se adequa aos ganhos da companhia.

Em outro caso, o PowerBI pode ser essencial para a compreensão dentro de uma instituição de pesquisa, de modo a resgatar dados públicos sobre mineração, por exemplo.

Essa ferramenta é tão eficaz que consegue determinar contextos e pontos de relevância que, muitas vezes, não ficam disponíveis a olho nu, como na leitura de um relatório mensal de gastos. Isso porque os pontos de análise e união de assuntos são inexistentes.

Porém, a partir da junção de um ou mais pontos de análise, a empresa de elementos de fixação consegue alcançar uma compreensão além de levantamentos, possibilitada por meio de:

  • Números;
  • Gráficos;
  • Planilhas;
  • Porcentagens.

Dessa forma, entende-se com maior propriedade sobre um tipo de assunto, ao relacioná-lo com pontos que fazem sentido, tal como um investimento com seus lucros, contratações com uma produtividade de funcionários, dentre outras possibilidades disponíveis.

De fato, o PowerBI agrega uma personalização extrema, visto que muitas vezes os pontos de análise dentro de uma empresa são totalmente diferentes uns dos outros.

É o caso de duas empresas do ramo de máquina de alinhamento, onde a prioridade de uma é a redução de custos e a da outra é a otimização de seus estoques.

Em meio a essas diferenças, é possível fazer com que a compreensão de cada um dos cenários seja inédita em cada âmbito, compreendendo pontos que fazem sentido e que podem ser incorporados dentro de uma planilha de levantamentos.

Por essas e outras, o PowerBI tem sido extremamente exigido em inúmeras companhias, mas não apenas pela potencialidade de suas formas de visualização.

Quais suas principais vantagens?

Como vimos acima, o PowerBI oferece uma visualização e a compreensão de pontos de importância dentro de uma empresa, a partir da integração de levantamentos, dados, e informações dos mais diversos setores e segmentos de atuação corporativo.

Isso agrega não apenas uma maior intensidade e exatidão no momento de uma decisão feita por um administrador, mas também possibilita a leitura melhor para sua equipe.

Isso é bem comum em reuniões de alinhamento de ações em empresas de válvulas de segurança, onde dados devem ser bem repassados, para que de fato haja uma compreensão positiva por todos, e tudo fique claro para os profissionais agirem.

Nem sempre é possível, ainda sendo desejado, mostrar os dados que exibem um tipo de ação, ou que possam de fato trazer uma compreensão geral sobre o que deve ou não ser feito dentro de uma empresa para que ela alcance seus propósitos.

E é aí que o Power BI e seus painéis de visualização entram, colocando em um formato simples, integrado e de fácil compreensão tudo o que pode ser relevante na empresa.

Além disso, a compreensão dos dados é muito mais palpável em comparação com outras formas de trabalho, visto que o sistema consegue trazer um entendimento em 360º dentro da empresa, vinculando pontos que antes poderiam ser mais difíceis de serem entendidos.

Por exemplo, você sabia que é possível entender diferentes pontos dentro de uma escola, como falta de alunos, estrutura acadêmica, metodologia dos professores com o pagamento que acontece ou não dentro dos conformes?

Isso porque a análise dentro do BI não se atém a um tipo de assunto ou segmento de importância, mas faz com que muitas áreas se integrem dentro do resultado.

Essa é uma forma de compreensão que, muitas vezes, acaba sendo difícil, e diversos motivos estão atrelados à dificuldade de visualização e compreensão de resultados.

Outro ponto de vantagem dentro da utilização desse sistema de integração é a forma como ele consegue ser implantado dentro de uma empresa empacotadora, visto que sua visualização e usabilidades são pensadas na praticidade da utilização diária.

Dessa forma, é muito mais prático trazer à tona esse sistema de compreensão geral de dados, fazendo com que a produtividade se torne quase que intocável em meio a essa transição, e que os funcionários logo se integrem de sua funcionalidade.

O acesso também é um ponto interessante, afinal, pode ser feito facilmente com o login e uma senha, além de ser possível dentro de quase todos os dispositivos que utilizamos no dia a dia, como smartphone, computadores e tablets com sensor de nível.

Como gerenciar tabelas bidimensionais de relacionamento?

As tabelas bidimensionais são a base dentro de um sistema de visualização de powerBI, pois trazem informações de contextos específicos, escolhidos para uma análise.

É a partir dessa organização que, de fato, são possíveis os resultados esperados pela empresa, dentro de uma possibilidade de entendimento favorável. Veja a seguir alguns dos principais pontos de importância dentro dessas tabelas, e como fazê-los:

Criar uma detecção automática de relacionamento

Dentro do sistema é possível colocar a análise de relacionamentos, que são de fato tabelas que trazem dados sobre determinadas ações, como financeiro. Integrar uma ou mais tabelas fica possível graças a uma escolha de detecção automática na planilha.

Criar relações manualmente

Ainda que o automático seja uma das melhores alternativas para ligar a visualização, nem sempre as tabelas da empresa de válvulas de segurança serão compreendidas dessa forma, precisando que haja uma atuação manual na escolha.

Para isso, basta escolher a criação de um novo projeto, selecionar os relacionamentos e esperar o sistema integrar suas informações.

Direção de filtro cruzado 

Dentro deste sentido, é possível criar filtros a partir de formas de visualização de dados, seja em colunas, linhas ou em planilhas, determinados na cordialidade, como escolher pontos de análise, baseando-se em assuntos dentro dos relacionamentos.

O impacto do bom uso de tabelas

A aplicação das dicas de utilização fazem parte da estruturação plena de planilhas de visualização. Como dito, para cada objetivo e tipo de propósito de análise da empresa de tacógrafo digital existe um tipo de atuação do PowerBI.

Trabalhar com a possibilidade de trazer informações mais direcionadas e melhor organizadas, tal como em um excel, pode trazer melhores resultados de entendimento de informações, além de serem formas mais concretas de amostragem em reuniões.

Entender esse processo, bem como a construção de relacionamentos entre informações, pode trazer uma melhor atuação dentro desse processo de análise de dados.

Considerações finais 

O Power BI, como vimos acima, é uma forma de entendimento de dados, muitas vezes complexos, dentro de empresas que trabalham constantemente com a visualização destes para projeção de decisões de melhorias, como investimentos e redução de custos.

Entender como mesclar diferentes pontos de análise dentro da empresa, e saber colocá-los em relacionamento dentro de uma planilha de BI é de fato uma grande possibilidade de melhores entendimentos sobre o que se passa dentro da empresa.

Com isso, seu negócio pode atingir resultados ainda mais precisos, dentro de um sistema altamente personalizável.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *